06 maio 2014

Opinião: When the Duke Was Wicked (Lorraine Heath)

When the Duke Was Wicked by Lorraine Heath
Editora: Avon (2014)
Formato: e-book | 384 páginas
Géneros: Romance histórico
Sinopse.

Esta é a primeira vez que leio um romance histórico sobre os filhos de um casal protagonista de outro romance histórico. Neste caso, o livro "When the Duke was Wicked" conta a história de Grace, a filha dos duques de Greystone (Surrender to the Devil), uma herdeira que tem como grande sonho casar-se por amor... um amor correspondido.

Infelizmente, sendo herdeira e filha de duques, Grace precisa de ajuda para distinguir os caçadores de fortunas dos verdadeiros admiradores. E quem melhor do que o Duque de Lovingdon, amigo de infância de Grace e afamado pela sua vida repleta de jogo, mulheres e vício?

Lovington era um homem reto e responsável... até que, dois anos antes, a sua mulher Juliette e a sua filha Margaret adoeceram e morreram de febre tifoide. Quando Grace lhe pede ajuda para escolher o parceiro ideal, Lovington não fica entusiasmado, até porque isso implica voltar a mover-se entre a Alta Sociedade.

Esta foi mais uma leitura rápida. Não achei este romance histórico particularmente surpreendente, mas isso pode dever-se ao facto de já ter lido muitos livros do género e de já conhecer, quase na totalidade, todos os tipos de enredo que guiam geralmente este tipo de histórias.

O enredo centra-se na procura de um marido perfeito para Grace, que é bem mais do que a rapariga bem disposta que parece ao início.

Apesar de ter achado o livro "fofinho" (como o são muitas obras do género), não senti que houvesse grande química entre os protagonistas ou que o surgimento do amor fosse muito verosímil. No fundo, foi apenas uma leitura mediana, que podia ter sido mais emotiva do que foi, especialmente tendo em conta os temas que aborda.

No geral, mais uma leitura agradável, mas um livro que não fica na memória.

Sem comentários :