05 fevereiro 2009

The Nymphos of Rocky Flats

Autor: Mario Acevedo
Editora: Eos (Mass Market Paperback) - 2008
Nº de Páginas: 288
Idioma: Inglês
Géneros: Fantasia Urbana, Mistério

Felix Gomex foi para o Iraque como soldado... e voltou um vampiro.

Dispensado do dever activo, Felix dedica-se a apanhar criminosos. A sua fama de detective privado leva um antigo amigo a contratá-lo para investigar um estranho surto de ninfomania entre as trabalhadoras da base governamental de Rocky Flats.

Mas o caso é mais complicado do que parece; Felix descobre que este não havia sido o primeiro caso de ninfomania colectiva nos EUA. Que relação tem o caso de Rocky Flats com a queda do OVNI em Roswell, em 1947? E onde entram os impiedosos caçadores de vampiros que perseguem Felix para todo o lado?

The Nymphos of Rocky Flats é o primeiro livro do autor Mario Acevedo. E nota-se. A premissa não é má (se bem que não deixa de ser previsivel), mas o autor mistura demasiadas linhas de acção: o surto de ninfomania, os caçadores de vampiros e as lutas interiores do personagem principal. É uma misturada e o livro não é, nem de perto nem de longe, grande o suficiente para permitir um desfecho satisfatório de todas as histórias. Oh, elas convergem no final mas este acaba por ser demasiado cliché e fraquito. Estava á espera de um "plot" mais complexo.

As personagens também não me puxaram para aí além. As suas reacções pareceram-me, por vezes, forçadas e, no geral, nenhuma delas tinha grande força de carácter ou personalidade. Resumindo, este livro não é nada de especial; pela resumo na capa parecia bem mais divertido.

6 comentários:

Calamity Jane disse...

Já tinha comentado isto contigo através do Goodreads, mas realmente não tava á espera que fosse tão fraco, uma vez que foi muito publicitado nos USA. Mais uma vez fico com a impressão que os padrões americanos não são muito exigentes devido (talvez) á enchente de livros UF que por lá existe.
Continua na minha lista de livros a ler mas agora já não é uma prioridade.

Mónica disse...

Mais um autor que desconhecia.

Quanto aos padrões de qualidade, há gostos para tudo é bem verdade, mas acho que eles são bem menos exigentes que nós europeus.

Calamity Jane disse...

Mónica: Sim. Cada vez mais penso que por vezes depende mais do agente / publicista que têm, do que do próprio talento ;)

slayra disse...

Calamity Jane, eu também estava à espera de mais deste livro. Falava-se tão bem dele e a história parecia original.
Em Fantasia Urbana as protagonistas são quase sempre mulheres, por isso estava com altas expectativas, mas realmente não é nada de especial, não me captivou muito. Já o outro livro com um protagonista masculino que li (Dead to me) não foi nada de jeito. Acho que homens com poderes mágicos, para mim, só mesmo o Harry Dresden. ^^

Calamity Jane disse...

Só para avisar que há mais um prémio no meu blog... :P

Pedro disse...

Desconhecia, mas assim de vista até me pareceu bastante interessante... Pena que não seja assim tão especial =/