21 abril 2011

Booking Through Thursday: Capa


Será que se pode julgar um livro apenas pela capa?
Bem... é uma boa questão. A capa e a sinopse de contracapa são dois dos elementos principais que vendem um livro, especialmente no caso de não ser de um autor já com provas dadas junto do público. Quando ando às voltas numa livraria são as capas que primeiro me chamam a atenção e devo confessar que muitas vezes (talvez demasiadas) são as capas que me fazem querer comprar um livro.

No entanto, obviamente que não se deve julgar um livro pela capa. A capa é uma ferramenta de marketing, serve para atrair o cliente; mas este deve ter discernimento suficiente para perceber que um livro é muito mais do que a capa (salvo raras excepções) pelo que comprar um livro só pela bonita e brilhante capa não irá, provavelmente, dar bom resultado. Como exemplo dou a minha mais recente aquisição "A Noite de Todas as Almas" de Deborah Harkness. Eu já tinha ouvido falar no livro, que gozava de uma certa popularidade entre os leitores do Goodreads, mas devo dizer que mesmo que nunca tivesse ouvido falar nele, a capa portuguesa certamente que me chamaria a atenção: é de um azul profundo e brilha. Mas o conteúdo revelou-se uma desilusão.

Por isso claro que não se deve julgar um livro apenas pela capa. O mais importante é a história e até os livros com capas feias podem conter tesouros entre as suas páginas. :)

7 comentários :

p7 disse...

Para mim, a capa é uma parte importante de escolher um livro. É claro que a sinopse, ou as críticas, ou o género me ajudam a decidir a compra de um livro. Mas se a capa não me apelar esteticamente de algum modo, o livro vai passar-me ao lado mais facilmente. ;) É assim, os olhos também comem, e os meus são muito gulosos. xD

Já leste o da Deborah Harkness? Vais publicar a crítica aqui? Gostava de ver. ;)

Ana C. Nunes disse...

Já tinha ouvido falar tão bem do livro da Deborah Harkness, e agora estás a dizer que é mau. :(

Em relação ao tópico, concordo contigo.

Cat SaDiablo disse...

"O mais importante é a história e até os livros com capas feias podem conter tesouros entre as suas páginas. :)"

É tão verdade! Principalmente livros mais antigos, porque convenhamos, só recentemente é que as capas dos livros começaram a ter verdadeiro design. Há 10 pu 15 anos os livros tinham todos capas horríveis! :D

slayra disse...

p7: é verdade... eu às vezes compro mais pela capa do que por outra coisa, mas não é o único factor.

Comecei a ler, mas sinceramente não me apelou. Desisti (sniff).

Ana: Não estou a dizer que é mau, estou a dizer que a mim não me cativou. É muito descritivo, sem necessidade e a autora perde-se muito. Mas se ouviste falar bem (eu também tinha ouvido, daí ter comprado) e estás com vontade de ler acho que devias experimentar. :)

Cat: Exacto, era nisso que estava a pensar. Tanto livro com capas menos bonitas, esteticamente, contém grandes histórias. :)

Patrícia Cálão disse...

As capas realmente atraiem a pessoa para o livro. E cada vez mais vemos editoras a usar essa ferramente de marketing.
Concordo contigo, não se deve julgar um livro apenas pela capa.

WhiteLady3 disse...

Dei uma gargalhada valente quando falaste em "brilhante" já que é isso que me afasta dos livros! Mesmo com capas bonitas, se brilharem fujo! :D Aliás, no outro dia ias-me cegando com um livro de capa brilhante. :P

As capas bonitas sem dúvida que chamam a atenção. Andei a namorar as capas do Senhor dos Anéis até o filme sair e finalmente comprar os livros. Há capas de livros com posters de filmes, que me ajudam a identificar adaptações. E há capas tão feias que também chamam a atenção só para ver se o conteúdo é tão mau como a capa pode dar a entender. :P

Não será a melhor medida pela qual avaliar um livro, mas é sem dúvida o primeiro contacto que um leitor tem com o livro.

laurabms disse...

Ou vocês são muito exigentes ou então não sei... O livro pode ser descritivo, é-o... Mas agarra quem gosta deste tipo de leitura... Devo confessar que a capa me atrai-o bastante mas a sinopse atraiu-me ainda mais! O livro é fantástico, uma história diferente daquelas que já li. E, se o livro não valesse nada, não estaria na lista dos 3 melhores do ano da Amazon e não teria tão boas críticas como tem...

Na minha opinião tens um óptimo livro em mãos só não o conseguiste desfrutar. Para mim livro chato em termos descritivo é sem dúvida "Os Maias" do Eça de Queiroz e não é por isso que deixa de sair uma grande obra literária...

Ana se ficaste interessada mantenho a opinião da Slayra... devias tentar, o livro cativa pessoas que gostem de literatura fantástica. Eu, pelo menos, amei cada página e estou mortinha para que saía o 2º volume...