01 setembro 2014

Tentações: Para Sempre (Judith McNaught)

E estreia uma nova rubrica no blogue! O objetivo é quase o mesmo do que o da antiga rubrica "Waiting on Wednesday", mas o "Tentações" não terá um dia da semana definido.

Para que serve? Ora, para mostrar livros que saíram ou que vão sair e sobre os quais estou curiosa. Convém dizer ainda que "roubei" esta rubrica desenvergonhadamente à autora do blogue Girl in Chaise Longue. :)


O livro desta edição é: "Para sempre" de Judith McNaught. Este livro, publicado pela primeira vez em 1984, vai sair este mês pela mão da ASA. Só não sei exatamente quando. Já vi tantas datas para aí espalhadas que nem sei bem qual é a correta. Mas penso que será no dia 9.

A história parece bem interessante.
"Victoria Seaton cruzou um oceano. Para trás, deixou tudo o que amava. A sua cidade, Nova Iorque. Andrew, o homem dos seus sonhos. E a casa onde nasceu, agora tristemente vazia após a morte súbita dos pais.
Desamparada, Victoria não tem outra solução que não rumar ao desconhecido. A Inglaterra, um país que que nunca visitou. Aos aristocráticos Fielding, uma família que nunca viu e à qual pertence apenas no papel. A uma herança que não sabia existir. O seu único conforto é a sua irmã Dorothy, a quem protege fingindo ser a mulher corajosa que, intimamente, teme não ser. A alta sociedade britânica rapidamente a põe à prova com as suas regras rígidas, tão diferentes dos modos calorosos e simples do seu país natal. Igualmente impenetráveis são as reacções da família. Quando conhece a avó – a duquesa de Claremont - Victoria não percebe o porquê do seu olhar venenoso e a sua obstinação em acolher apenas Dorothy. As irmãs acabam por ser separadas e Victoria fica à mercê do jovem lorde Jason Fielding, seu primo afastado. Jason é um homem frio, sensual e implacável. Nos salões da moda, é o alvo de todas as atenções, a chama que atrai homens e mulheres, o “felino selvagem entre gatinhos domésticos”. Ele permanece um mistério aos olhos de Victoria, que recusa submeter-se às suas ordens ríspidas. Por seu lado, Jason não sabe como reagir ao temperamento explosivo da jovem americana. A relação de ambos é tão excitante quanto impossível. Sobre ela paira - negra e omnipresente - a sombra do passado com os seus mistérios, segredos e crimes... "
Rubrica da autoria de Girl in Chaise Longue.

4 comentários:

Paula disse...

A minha autora preferida de romances de época. Este não é o meu preferido dela (o meu preferido é o último desta trilogia), mas ainda assim adorei. Foi com ela que comecei a ler romances de época. É uma diva. Para mim melhor que Julia Quinn e Lisa Kleypas. Escreve histórias mais complexas mas igualmente românticas e com heróis que realmente se redimem ou sofrem pelas burradas que fizeram até terem o seu final feliz. Se reparares os livros dela estão em vários tops do goodreads.

slayra disse...

Eu mal posso esperar. Aliás, acho mesmo que nem vou esperar, vou comprar o ebook em inglês, se o encontrar. ^_^

Paula disse...

Se quiseres ler um que te deixe mesmo a levitar lê primeiro o "Almost Heaven". É desta trilogia mas são todos histórias independentes. :)

slayra disse...

Ok, obrigada pela dica. :)