26 janeiro 2009

Filmes!

Como ultimamente, a fórmula para escrever críticas literárias me tem escapado, decidi falar aqui, no Livros, livros e mais Livros dos filmes que tenho andado a ver nos últimos tempos (a minha vida não é só ler, lol).

Apesar de não gostar, geralmente, de filmes de guerra, ou sobre guerras, ou sobre operações das "forças especiais", não posso deixar de recomendar O Corpo da Mentira, com Leonardo DiCaprio e Russel Crowe.

Nos últimos anos, para minha grande surpresa, tornei-me uma grande fã do actor Leonardo DiCaprio. Antes, quando ele fazia filmes como A Praia ou o abominável Titanic, não o podia ver nem pintado; mas acho que ele cresceu muito como actor e os seus últimos filmes (Diamante de Sangue e The Departed) são simplesmente fantásticos!

O Corpo da Mentira é mais um daqueles filmes sobre a luta contra o terrorismo. Leonardo DiCaprio faz o papel de um operacional da CIA, Roger Ferris, cujo trabalho é desmantelar células terroristas no Médio Oriente. Quando o seu oficial superior, protagonizado por Russel Crowe, lhe pede para seguir um poderoso e elusivo terrorista, Ferris acaba por conceber um plano que requer a manipulação da vida de um inocente... que acaba por morrer. É a partir daí que Ferris se começa a questionar sobre aquilo que faz e sobre a frieza dos seus próprios colegas de trabalho.

Este fim de semana, assisti finalmente ao "Estranho Caso de Benjamin Button". Este filme superou as minhas expectativas e elas eram altas. A história singular de Benjamin, que nasce com uma deficiência pouco usual que faz com que pareça velho está muito bem contada e apesar de ser um filme grande, nunca é aborrecido. Apesar da sua estranha doença, Benjamin Button consegue viver uma vida cheia com experiências incríveis. É um filme que nos deixa, realmente, a pensar um pouco sobre a nossa mortalidade e como achamos sempre que ser novo é que é bom.

Além disso como se estende desde o início do século XX até aos anos 70/80, podemos ver a evolução do vestuário, algo que para mim é muito bom, uma vez que as formas de vestir através das épocas sempre me fascinaram.

Fiquei ainda com mais curiosidade acerca do livro. :)

Por fim, não resisti a ver o último filme de animação da Disney, Bolt. Que adorei, deixem-me dizer-vos! A animação por computador estava de cortar a respiração! As personagens eram incríveis e... bem, muito fofinhas, especialmente o protagonista "Bolt" e a gatinha "Mittens".

Bolt conta a história de um cão que é a estrela de um programa de televisão, onde desempenha o papel de... um super-cão. O único problema é que Bolt está convencido que é na realidade um super-cão e que a sua jovem dona (Penny) precisa de ser salva constantemente. Isto porque os produtores da série, que querem dar um ar realista à acção fazem tudo para que o cão não descubra que se trata de uma actuação e não de realidade.

Quando Penny é "raptada" pelo vilão durante um episódio, Bolt decide ir salvá-la e acaba acidentalmente em Nova Iorque, no lado oposto do país! Com a ajuda da gata vadia Mittens e do hamster Rhino, Bolt tem de arranjar maneira de voltar para a Califórnia para tentar encontrar a sua dona!

6 comentários:

Maria Manuel disse...

Também tenho muita curiosidade em ver o filme O Estranho caso de Benjamin Button, até porque li ontem o livro. Adorei a temática, adorei a escrita de F. Scott Fitzgerald e com a crítica excelente que deste acho que não me vou arrepender.

marcadordelivros disse...

Também tenho muita curiosidade em ver o filme O Estranho caso de Benjamin Button, até porque li ontem o livro. Adorei a temática, adorei a escrita de F. Scott Fitzgerald e com a crítica excelente que deste acho que não me vou arrepender.

slayra disse...

Eu ainda não li o livro. Mas o filme era bom.

Não sei é como é que vai ser para as pessoas que, como tu, já leram o livro. ^^

tonsdeazul disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tonsdeazul disse...

"Diamante de Sangue" é um excelente filme, mas o Leonardo DiCaprio ainda não me apaixona como actor.

Quanto ao "estranho caso de Benjamin Button" ainda quero ler o livro primeiro antes de ver o filme. :)

slayra disse...

Ele tem sempre cara de miúdo, mas acho que se tornou muito bom actor. Os primeiros filmes dele não eram nada de jeito, mas comparado com muitos actores jovens ele começou a fazer bons filmes e acho que isso tem algum mérito. ^__^