17 agosto 2011

Opinião: Harry Potter e a Câmara dos Segredos

Editora: Editorial Presença (2011)
Formato: Capa Mole | 275 páginas
Géneros: Lit. Infanto-Juvenil, Fantasia, Fantasia Urbana
Descrição (Ed. Presença): "Os dias de Verão com os Dursleys estavam a tornar-se insuportáveis. Harry Potter já não gostava muito de muggles, mas o pior é que tinha de passar os seus dias de férias em casa dos muggles mais muggles de todo o planeta e arredores. Não havia maneira de voltar para a sua querida escola de feitiçaria... E ultimamente mesmo esse regresso se encontrava ameaçado, pois o duende Dobby não cessava de o avisar de que algo terrível o aguardava em Hogwarts... Nada mais nada menos do que a revelação dos misteriosos e ameaçadores poderes da câmara do segredos! O regresso do herói que está a conquistar jovens e adultos de todo o mundo numa aventura que te enfeitiçará até à última página."
O segundo livro da série Harry Potter leva-nos novamente a Hogwarts onde Harry está prestes a iniciar o seu segundo ano de aprendizagem.
No entanto, parece que as coisas não serão mais fáceis do que no primeiro. Durante o verão Harry recebe a visita de uma estranha criatura, Dobby o elfo doméstico, que o avisa de um grande perigo e lhe transmite uma mensagem: "Harry Potter não deve voltar para Hogwarts". Harry não fica muito contente com este aviso uma vez que Hogwarts se tornou o seu verdadeiro lar. Mas pouco depois de chegar, acontecimentos estranhos começam a desenrolar-se e Harry, Ron e Hermione precisarão de toda a sua coragem e perspicácia para descobrirem a sua origem.

"Harry Potter e a Câmara dos Segredos" é o segundo numa série de sete dedicado às aventuras de Harry Potter e dos seus amigos na escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts. Sempre achei que este livro era mais "para encher" do que outra coisa. Apesar dos nossos protagonistas se depararem com um mistério para resolver, não temos nesta segunda obra de J.K. Rowling um grande desenvolvimento do enredo geral (a saber: Voldemort e a importância de Harry na luta contra o feiticeiro negro).

Neste livro, Rowling estabelece mais vincadamente as características e comportamentos das suas personagens mais importantes (Harry, Ron, Hermione, Draco Malfoy, Dumbledore e Snape) sem nunca revelar muito acerca da sua real importância para a história da saga.
No final Dumbledore dá-nos mais alguma informação sobre a ligação entre Harry e Voldemort, mas este é sem dúvida o livro da série que se pode saltar sem grande perigo pois não contém nenhuma informação particularmente vital.

No geral, "Harry Potter e a Câmara dos Segredos" é mais uma leitura agradável que nos dá a conhecer mais pormenores sobre o mundo dos feiticeiros e sobre os protagonistas, mas que tem pouca importância em termos do enredo principal.

É de referir o excelente trabalho de revisão realizado pela Presença aquando do lançamento destas novas edições; ao comparar a minha edição mais antiga com esta, reparei que o texto flui melhor na de 2011 e faz muito mais sentido.

Relido para a Leitura Conjunta Harry Potter

Sem comentários: