09 setembro 2014

Opinião: Emoções Proibidas (Jess Michaels)

Emoções Proibidas de Jess Michaels
Editora: Quinta Essência/Leya (2013)
Formato: Capa mole | 256 páginas
Géneros: Romance Histórico
Sinopse.

Ora bem, o que dizer sobre este livro. Não há assim muito a dizer, na verdade. 

Miranda Albright, uma jovem pertencente (penso eu) à baixa nobreza, sempre gostou de espiar o seu vizinho, o Conde de Rothschild, quando este entretinha as suas amantes, na sua casa de campo.

Agora que o pai de Miranda morreu, tudo o que lhe resta e às suas irmãs, é fazerem um bom casamento; mas uma vez que a única coisa que o pai lhes deixou foram dívidas, Miranda faz o impensável e pede ajuda a Rothschild.

O preço que este exige é que Miranda se torne sua amante durante três meses. E, como paga, ele financiará a temporada das suas irmãs, para que elas possam arranjar marido.

Este romance histórico é bastante normal dentro do género; a única diferença (e mesmo assim nem é grande diferença) é que se foca mais na atração sexual e nas relações sensuais do que os romances normais, chegando mesmo a descurar o resto da história, já que a maioria das cenas se passam na casa de Rothschild, quando Miranda lá vai cumprir o seu acordo.

De resto, este romance histórico tem todos os "ingredientes" que geralmente compõem um livro do género: um herói todo bom, libertino mas secretamente torturado, uma heroína virtuosa, mas curiosa acerca do sexo e muitos momentos eureka quando ambos descobrem que a sua relação sexual se transformou em amor.

No geral, uma leitura agradável, com cenas sensuais escaldantes e bem escritas mas que não tem assim muita história para além disso. Certamente que as personagens têm alguma química e que o ritmo da história é bastante decente (não se passa de um mero conhecimento para o amor, ou seja não há "insta-love"), mas não achei que o livro se distinguisse particularmente dentro do género. Uma boa leitura, com uma escrita fluída e viciante, mas pouco mais.

Sem comentários :