14 fevereiro 2010

Feitiços de Amor

Título Original: "Casting Spells"
Autor: Barbara Bretton
Editora: Quinta Essência - 2009
Nº de Páginas: 296
Idioma: Português
Géneros: Romance, Fantasia

Sinopse (Quinta Essência): Parece uma vila bucólica igual a tantas outras, mas esconde um segredo antigo de todos os visitantes…
Sugar Maple é uma terra encantada habitada por feiticeiras, fadas, vampiros e outras criaturas mágicas. Chloe Hobbs é a única que não tem poderes especiais naquele lugar onde nada é o que parece.

Chloe é a proprietária da Sticks & Strings, uma popular loja de artigos de tricô. Mas é também a última descendente de uma longa dinastia de feiticeiras com o futuro de Sugar Maple nas mãos. Chloe sabe que tem de se apaixonar para receber os poderes mágicos e continuar a proteger a sua terra natal. Mas, aos 30 anos, ainda sonha com o verdadeiro amor e as amigas decidem lançar feitiços para a ajudar a encontrar o homem dos seus sonhos. O que ninguém esperava era que Chloe se apaixonasse perdidamente por Luke MacKenzie, o polícia destacado para investigar o primeiro crime ocorrido em Sugar Maple e cem por cento humano. Se o amor abre finalmente a porta aos seus poderes mágicos, esses mesmos poderes impedem Chloe de sonhar com um futuro ao lado de Luke… Feitiços de Amor é um romance encantador e inesquecível sobre o poder do amor e a magia dos sonhos.

"Feitiços de Amor" foi mais uma leitura rápida e relativamente agradável.

No entanto, este livro tem alguns problemas muito visíveis em termos de desenvolvimento da história. A autora não se dá ao trabalho de desenvolver o enredo (um caso de homicídio, que é pouco mais do que uma razão para os personagens principais se encontrarem) de modo a torná-lo interessante, preferindo centrar-se nas personagens. O que até é compreensível, visto ser esta obra um romance.
Infelizmente a parte do romance também não é das melhores, uma vez que não é minimamente verosímil: o casal "principal" apaixona-se em tempo recorde; não senti que houvesse grande química entre as personagens porque elas simplesmente... não se conheciam de lado nenhum.

No geral: a ideia é boa, mas a execução deixa muito a desejar. É também importante referir alguns erros muito óbvios de tradução. Como exemplo, temos a adaptação da frase inglesa "things that go bump in the night"; a tradutora escolheu uma tradução literal que simplesmente não resulta.

Recomendado para os que gostam de romances leves "com um toque de magia".

Sem comentários: