04 março 2010

Anoitecer (Fever, 1)

Título Original: "Darkfever"
Autor: Karen Marie Moning
Editora: Contraponto - 2009
Nº de Páginas: 288
Idioma: Português
Géneros: Fantasia Urbana, Mistério/ Thriller
Sinopse (Contraponto): "(...) Antes de ser assassinada, a irmã de MacKayla deixou uma única pista sobre a sua morte - uma mensagem enigmática no telemóvel de Mac. Numa viagem à Irlanda em busca de respostas, Mac vê-se subitamente perante um enorme desafio: conseguir manter-se viva até conseguir dominar um poder que não fazia ideia possuir, um dom que lhe permite ver para lá do mundo do Homem, para o perigoso reino dos Fae... Enquanto Mac mergulha cada vez mais fundo na tentativa de solucionar a misteriosa morte da irmã, todos os seus movimentos são seguidos pelo sombrio Jericho...e o implacável V'lane - um Fae-alfa que transforma o sexo num vício para as mulheres humanas - aproxima-se dela. À medida que as fronteiras entre os dois mundos começam a desmoronar-se, a verdadeira missão de Mac torna-se clara:encontrar o poderoso Livro Negro Sinsar Dubh antes que mais alguém o reclame, pois quem conseguir chegar até ele primeiro terá nas mãos o controlo completo sobre ambos os mundos..."
Devo dizer que nunca me interessei particularmente pelos livros desta autora; nunca me imaginei a pegar num, porque sempre me pareceu que puxavam mais para o lado do "Romance Paranormal", um género que prefiro evitar, devido aos inúmeros clichés e às histórias formulaicas. Assim, apesar de há já algum tempo conhecer esta série ("Fever"), esta nunca me pareceu interessante o suficiente (tendo em conta as sinopses).
Mesmo quando saiu em Português, havia sempre outros livros a comprar. No entanto, recentemente sucumbi à tentação de adquirir o primeiro volume da série em Português (com um vale de desconto da Bertrand, pois está claro!) e... sinceramente não sei porque é que não comprei este livro antes, porque foi uma leitura extremamente interessante e agradável! O enredo (que mete fadas, ou "Fae" e muita mitologia celta) está muitíssimo bem construído e explorado e torna a leitura viciante.

MacKayla Lane, residente numa pequena cidade do sul dos EUA vê o seu calmo e simples mundo desabar quando recebe a notícia da morte da sua irmã mais velha, Alina, que estudava numa Universidade na Irlanda. O encerramento precoce da investigação leva MacKayla (ou Mac, como é mais vulgarmente conhecida) a viajar para a Europa numa tentativa de tentar descobrir o assassino da sua irmã.
Mas ao chegar a Dublin, Mac descobrirá que as coisas não são bem o que parecem e que está metida num mundo bem mais negro e perigoso do que alguma vez imaginou. Só a ajuda do misterioso Jericho Barrons pode agora impedir que os assassinos de Alina cheguem também a Mac.

Como mencionado acima, a história de "Anoitecer" está bem encadeada. Karen Marie Moning consegue dar vida ao enredo, contado na primeira pessoa por Mac, uma heroína relutante. A narrativa é fluida e agradável e os acontecimentos formam uma história coerente.
Mac é uma personagem invulgar no mundo da fantasia urbana… a sua adaptação ao mundo das criaturas sobrenaturais é bastante lento e ela luta a cada passo para recuperar a sua vida normal; isto pareceu-me mais realista do que o usual “ah, os vampiros existem? E eu tenho de os caçar? Ok, vamos a isso.”. Pelo contrário, as personagens masculinas caem nos clichés usuais para este tipo de obras (basicamente são altos, misteriosos e sexy - "Tall, Dark and Sexy"). O desfecho pareceu-me um pouco abrupto depois da construção cuidada da história, mas como se trata de uma série, esta pequena falha não é muito importante.

Convém ainda referir a tradução, que me pareceu excelente e contribuiu para que a leitura se tornasse tão agradável.

No geral, uma obra inovadora dentro do género e uma óptima leitura. Recomendado.

Sem comentários: