03 outubro 2014

Opinião: How to Lose a Duke in Ten Days (Laura Lee Guhrke)

How to Lose a Duke in Ten Days de Laura Lee Guhrke
Editora: Avon (2014)
Formato: e-book | 371 páginas
Géneros: Romance histórico
Sinopse.

Aviso: Pequenos spoilers (não estragam a leitura)
Depois do começo desapontante desta série com "When the Marquess Met His Match" estava um pouco receosa de ler este livro. A Laura Lee Guhrke tem livros que adorei ler, mas tem outros que são fraquitos e tive algum receio de que este pudesse ser mais um desses.

Passado na época vitoriana, "How to Lose a Duke in Ten Days" foca-se numa jovem herdeira americana, Edie (de Edith) que conseguiu um casamento de conveniência com um duque inglês, uma vez que este último precisava do dinheiro para pagar dívidas contraídas pelo seu avô e pai.
A única condição de Edie foi que Stuart, o duque, saísse do país e não voltasse mais. Em troca ela casaria com ele, pagaria todas as suas dívidas e geriria as suas terras.

Mas, depois de um encontro com a morte, Stuart decide voltar e começar um casamento a sério com Edie, que mal conhece. Por isso, decide seduzi-la.

Mas Edie, cujo passado é obscuro e esconde um terrível segredo, não tem vontade de conhecer Stuart. Por isso ele faz uma aposta com ela: 10 dias para ela o beijar ou ele assina uma ordem de separação.

Este livro toca, de forma muito cuidadosa, mas emocional, num tópico muito difícil: o abuso sexual. No século XIX (onde fosse em que circunstâncias fosse, era sempre culpa da mulher). Por isso, Stuart tem não só de seduzir Edie, tem também de lhe mostrar que pode confiar nele e que nem todos os homens são iguais.

E, com alguns percalços, é isso que acontece. Achei que o desenvolvimento da relação esteve muito bem conseguida e que houve química. O tópico difícil do abuso sexual foi tratado com tacto mas sem drama excessivo.

A narrativa tem um ritmo regular que nos mantém sempre interessados e as personagens estão bastante bem conseguidas e realistas.

Em suma, é um livro que recomendo, dentro do romance histórico. Tem todos os ingredientes que compõem um bom livro do género, nas doses certas e, melhor do que tudo, há química entre as personagens. Recomendado para os amantes do género. É um livro muito cativante.

1 comentário:

Sara Barros disse...

Oiii, amei seu blog e com certeza voltarei aqui mais vezes, da uma passadinha lá no meu também http://apenasumaleitora1.blogspot.com.br/